Arquivo de Dave

Não Tem Show Do Van Halen? Vai No Do Cover…

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , on maio 21, 2012 by ruivb

Cover do Van Halen se oferece para cumprir agenda de shows da banda, diz site

Do UOL, em São Paulo
  • Os membros do Van Halen. Eddie Van Halen e David Lee Roth, fazem apresentação em casa noturna de Nova York (05/01/12)Os membros do Van Halen. Eddie Van Halen e David Lee Roth, fazem apresentação em casa noturna de Nova York (05/01/12)

Uma banda cover do Van Halen se ofereceu para cobrir a agenda de shows do grupo de hard rock depois do cancelamento de sua turnê. As informações são do site TMZ, especializado na cobertura de celebridades. Joe, que toca guitarra no Van Halen Army, disse ao site que, se a banda estiver se sentindo cansada ou velha demais, eles não teriam problemas em cumprir a agenda. “Eles têm uma obrigação a cumprir, quando você se candidata a um trabalho ele deve ser completo. Shows hoje em dia custam muito dinheiro e eles não podem decepcionar os fãs”, disse Joel à reportagem.“Nós poderíamos facilmente fazer esses shows, nosso vocalista soa exatamente como David Lee Roth!” O Van Halen cancelou os shows marcados para 2012 na última sexta-feira (18) sem maiores explicações. De acordo com fontes da revista “Rolling Stone”, o motivo do cancelamento seria problemas de relacionamento entre os integrantes.A banda estava no meio da turnê promocional do álbum “A Different Kind Of Truth”, lançado em fevereiro deste ano, que marca o retorno de David Lee Roth aos vocais.

O que eu acho: caracas, mal voltaram, gravaram um disco novo e já tá dando todo essa quizumba? Não é à toa que Michael Anthony disse numa entrevista à Roadie Crew que preferiu fazer os últimos shows com a banda quando ainda tinha o Sammy Hagar nos vocais “por respeito aos fãs”, como ele mesmo disse. Com isso a esla do Chickenfoot ganha ainda mais destaque.

Autobiografia De Dave Mustaine A Caminho

Posted in Notícias with tags , , , , , , , on julho 10, 2010 by ruivb

Notícia do site Whiplash:

O líder do MEGADETH Dave Mustaine lançara o livro “Mustaine: A Heavy Metal Memoir” (sem título no Brasil ainda). A autobiografia será lançada nos Estados unidos dia 3 de agosto pela editora HarperCollins. A versão britânica, “Mustaine: A Life In Metal”, chegará às livrarias americanas dia 30 de setembro.

No livro, Mustaine revela muitos altos e baixos de sua vida, incluindo os problemas e influências com o METALLICA, como conheceu os membros do MEGADETH, problemas com DROGAS e álcool, inúmeras coisas que quase finalizaram sua carreira e como o cristianismo o ajudou em sua sobriedade e relacionamento com a família.

"E quando eu fui demitido do Metallica eu queria pegar cada um deles assim e esganar todos!!!"











“Aí quando eu soube que tinha sido demitido do Metallica, minha vontade era pegar cada um deles e esganar assim!!!”

Dave Mustaine Não Quer Saber De Marty Friedman E Nick Menza De Volta Á Banda

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , on fevereiro 25, 2010 by ruivb

Notícia do site Whiplash:

Dave Mustaine publicou a nota abaixo no fórum do site oficial do MEGADETH:

Droogies!

Daqui cinco dias estarei em um quarto de hotel me preparando para a Megadeth World Tour 2010. Eu disse que não tinha muito mais animo sobrando, e sei que tenho uma reputação de mudar de opinião, mas todos fazemos isso, mais as minhas escolhas são mais públicas do que as de vocês. Não posso dizer como é recompensador tem sido esse novo começo com o Dave Ellefson, e das pessoas que ficaram felizes por mim, por nós, pelo Megadeth, pelo Heavy Metal.

Essa mudança de opinião não foi apenas minha, foi como uma renovação espiritual da minha mente, e sobre ter uma nova visão sobre a vida nos últimos anos que nunca tive a chance de demonstrar. Não é sobre mim ou meu amdurecimento, é sobre o incrivel poder do perdão. Estou muito mais agradecido pelo Dave ter me perdoado por qualquer coisa que tenha feito que tenha ferido ele ou a familia dele.

Estou muito agrdecido por tudo que nos levou a essa reunião que em breve também acontecerá nos palcos. Desde o cavalheiro sulista James MacDonough, com suas linhas de baixo audaciosas, energia inesgostável, e a grande disposição de James Lomenzo, que tinha um estilo único de manter tudo calmo, enquanto nos ensinava a manter a classe no mundano mundo das tours, e a respeitar todos.

Em nenhum momento tive a sensação que esses caras não eram sinceros ou gentis, então foi dificil quando o momento de seguir em frente chegou, e isso me trouxe de volta de onde comecei, com meu melhor amigo de quase 30 anos, David Ellefson, “O Baixista” do Megadeth. Quando estavamos separados, esses dois senhores assumiram a posição de baixista e serviram a todos nós, tanto os fãs quanto a banda. Sempre serei eternamente grato aos dois James.

Começamos a ensaiar hoje de novo. Toda a equipe de som estava no Vic’s Garage onyem, começamos a justar os PAs para começar os ensaios do vocal. Isso vai ser interessante, porque vou poder ver quanto tempo vou demorar para aprender a cantar e tocar esse ábum. Eu sei que será dificil para todos essa tour do RIP, mas a pior parte fica comigo, e sei que não ficaria tão confiante com isso se não fosse pelo apoio dos colegas de banda. Tenho certeza que Chris tem muito trabalho também, mas digo uma coisa, esse cara é de outro universo.

Vejam vocês mesmo, ou talvez não, os shows estão ficando com os iingressos esgotados e o RIP não fará parte do nosso repertório depois disso. É isso ai.

A propósito, o Shawn me disse que quando estava dando uma entrevista para alguém da India o entrevistador teve a audácia de perguntar pro Shawn – o baterista – “Se o Nick Menza e o Marty Friedman iriam voltar.”

A resposta (além de ter boas maneiras) é um NÃO bem grande! Parem de perguntar!!

Próximo! Nós finalizamos o projeto ultra secreto no qual estava trabalhando e podemos dizer que vai estar nas mãos de um fã de Heavy Metal de um jeito ou de outro no próximo ano. Estou muito agradecido pela reviravoltas e pelo Megadeth poder sr parte das novas vidas por muitos e muitos anos.

Do momento que começamos a trabalhar nessa música até domingo passado, foi uma experiência dificil, mas também foi excitante pelo desafio do projeto, manter a qualidade que esperavam da gente e que eles merecem, e tentando conter todas essas coisas boas que tem acontecido comigo e com o Megadeth.

Espero ver todos vocês pessoalmente e agradecer por ficaraem ao meu lado enquanto estava dando um jeito na minha vida e enquanto não estava tocando com o David. E gostaria de agradecer pela calorosas boas vindas que deram ao David, no estilo Droogie.

Tenham um ótimo dia hoje, muito metal, e logo teremos mais atualizações do Vic’s em breve.

Megaman

http://www.metalexpressradio.com/images/news/images/Dave%20Mustaine.jpg
“E quem perguntar isso de novo eu juro que colo um fone de ouvido com Superbonder na orelha do sujeito e ponho o Risk pra ele ouvir…EM LOOP!!!”

Em Março estréia Lemmy: O Documentário

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , on janeiro 9, 2010 by ruivb

Notícia do site Whiplash:

Um documentário sobre o vocalista do Motörhead, Lemmy Kilmister, terá sua premiere em março, no festival South By South West, em Austin, Texas.

Simplesmente entitulado “Lemmy”, o filme traz uma visão inédita sobre a vida da lenda do Motörhead, incluindo entrevistas com Ozzy Osbourne, Metallica, Dave Grohl, Slash, Alice Cooper e a estrela da luta-livre WWE, Triple H.

A produção do filme demorou três anos, afirma o co-produtor e diretor Greg Olliver:

“Filmar Lemmy é como filmar uma perigosa vida selvagem na natureza. Ele nunca faz o que você espera que ele faça, e ele nunca faz nada do que você quer que ele faça. Muitas das melhores cenas são cenas que esperamos durante quatro ou cinco shows para conseguir fazê-las”.

O que eu acho: Lemmy merece muito uma homenagem como essa. Um cara que foi roadie do Jimi Hendrix, passou por tantos problemas e consegue levar nas costas uma banda que foi um dos ícones do rock em geral e fonte de influência para tantas bandas thrash até hoje não pode ser deixado para trás.

Foto: Divulgação

“Você acha que pode me superar? Quero ver fumar três charutos e beber duas garras de whisky por dia e ainda ter força para detonar em cima do palco.”

Dave Mustaine x Jeff Young: Quem Vence Essa?

Posted in Notícias with tags , , , , , on dezembro 30, 2009 by ruivb

Notícia do site Whiplash:
http://www.elalmacendelrock.com/web/admin_content/images/JeffYoung.jpg
Em recente postagem feita no UFO Radar, Jeff Young comentou seu tempo no MEGADETH, “Eis um ponto que eu quero deixar claro: eu NÃO era um viciado em heroína no tempo do MEGADETH!! Eu não estava sob efeito de drogas no Japão, então a minha memória é muito boa, ao contrário da história contada por Mustaine. Eu não bebi, não fumei, não bebi café e nem tomei aspirinas em nenhum compromisso com o MEGADETH. Eu nunca toquei em nenhum show sob a influência de qualquer tipo de droga. Eu pensei que isso estivesse claro nos meus comentários no filme ‘Metal Years’. Mesmo durante meu câncer e a quimioterapia. Eu nunca usei nem as drogas recomendadas para prevenir as náuseas.. Eu devo ter fumado uma erva no máximo!! Foi por isso que Mustaine ficou me enchendo tanto o saco.“O fato é que Mustaine pagava meu assistente de guitarra para cuspir na minha água toda noite! Ou qualquer outra merda que ele tenha vomitado… isso é tudo muito pessoal… Eu não ligo para isso. O que eu ligo se trata de assuntos profissionais. Quando algum babaca pega os créditos dos solos de guitarra que eu improvisei ou criei – porque isso coloca em xeque minhas habilidades criativas e musicais. Ou quando me acusam falsamente de estar drogado ou de cancelar um show à toa… daí eu finalmente digo que tudo isto é MERDA!”

“Olha, estávamos nos anos 80, e com toda aquela pressão sobre o Megadeth e para piorar estávamos saindo com aquele louco do Slash… é claro que eu usei. Eu achava que eu queria/ precisava me sentir como Chris Poland se sentiu antes que eu pudesse interpretar seu solos ao máximo! [risos]“

“O ponto é… Eu ODEIO cocaína ou qualquer coisa que me deixe frenético – porque isso te faz tocar de forma frenética (certo, Dave?) mas heroína é uma frequência totalmente diferente. Então sim, eu tentei por algumas vezes mas não a ponto de ter de ir para a reabilitação – fui [a clínicas de reabilitação] apenas quando fui visitar alguém. Isso foi mais uma mentira inventada pelo manipulador mestre… E essa é a mais pura verdade.”

Conversando com Tim Cashmere durante a turnê na Autrália com o Slayer em outubro de 2009, Dave Mustaine disse: “Nós fomos banidos daqui (Austrália) por um bom tempo porque Jeff Young estava tocando guitarra para nós e todos estávamos muito doidos – heroína realmente prevalecia – e Jeff foi para o Japão. Então ele queria ir para casa. Então cancelamos nossa turnê na Autrália. E conseqüentemente enfiamos nossa cabeça em um buraco e não voltamos aqui por 10 anos. Quando voltamos, tivemos um promoter diferente. Então começamos a compensar o público australiano pelo que aconteceu.

“Você sabe, é um longo caminho para chegar aqui, fazerem as pessoas esperarem para te ver, e você não vir, isso é uma merda. Especialmente porque isso acontece muito. Eu tenho certeza que tem um monte de bandas dizem que vem, e depois eles mudam de ideia. Então eu não quero fazer isso nunca mais.

“Então quando nós chegamos aqui, era tudo em prol de melhorarmos nossa relação com o público Australiano. E a comunidade do metal aqui é compreensiva. Acho que se você for honesto pode dizer ‘Hey, nós cometemos um erro…’”

“Eu devia ter chutado a bunda do Jeff e ter enfiado ele na mala e ido para a Austrália [risos]. Mas, na época, não tinha acordo com ele. Esse é o mesmo cara que chamou minha namorada e disse, ‘Eu fantasiei que eu estava transando com você enquanto transava com a minha namorada.’ Eu perguntei, ‘O que ele disse?’ Daí eu o demiti… Isso aconteceu depois de um incidente com heroína. Porque isso é como poeira que acumula, se tranforma em montanha e depois fica igual ao Everest; então chega num ponto que você diz ‘Acabou’. Uma vez ele abriu minha mala e achou cartas de amor da Doro [Pesch] que ela havia me mandado. E ele estava apaixonado pela Doro, e disse ‘Eu me demito’. E o assistente de guitarra dele veio e me disse ‘Eu posso cobrir a parte dele hoje a noite, não se preocupe’. Respondi, ‘Não você não pode. Essa coisa está tão envolvida’. E ele continuou ‘Bem, se isso te faz sentir melhor, eu venho cuspindo toda noite na garrafa de água dele’. E eu fiz uma cara de nojo… Porque era tão nojento ouvir o cara fazer isso.”

O que eu acho: não foi a primeira nem vai ser a última vez que vamos ver e ouvir Dave Mustaine falando de seus dissabores que sente pelos ex-membros do Megadeth. Mas aí eu lhes pergunto: será que ele e a banda precisam disso para ficar em evidência? Eu creio que não, e vocês o que acham?

O Velho Dave Mustaine Está De Volta

Posted in Uncategorized with tags , , , , on outubro 17, 2009 by ruivb

Notícia do site Whiplash:

Dave Mustaine voltou a comentar sobre o que parece ter sido uma ameaça a uma jornalista norueguesa por publicar uma entrevista com o líder do MEGADETH que focou primariamente em sua breve passagem como guitarrista do Metallica.

Logo após a primeira resposta de Mustaine, a jornalista em questão, Kristin Winsents, respondeu que não se sente intimidada pela ameaça e que riu da reação de Dave.

“O fato dele não lembrar que a entrevista foi realizada por uma mulher mostra que ele não lembra da entrevista claramente”, Winsents disse a Andreas Øverland, do blog norueguês Lydverket.

“Eu na verdade tentei seguir as regras que foram colocadas para a entrevista, que era não falar sobre o Metallica, mas foi ele quem escolheu trazer o assunto a tona”, disse ela.

“Quando alguém tem sido uma das superestrelas do metal por quase trinta anos, ele deveria entender como é fazer uma entrevista. Eu sou uma jornalista, não sou do seu fã-clube”, disse Winsents.

Respondendo aos comentários de Winsents, Mustaine postou a seguinte mensagem no fórum oficial da banda:

“Você deve estar de brincadeira! Como se não houvessem pessoas imbecis o suficiente no mundo.

Agora eu tenho ‘coisa’ lendo minha mensagem em meu fórum de mim – um cara que é notoriamente um cara esperto (já que ela não parece ser muito inteligente, eu vou dar uma dica – eu quero dizer eu), E EU DISSE PROPOSITALMENTE ‘CARA’ POR UMA RAZÃO, PARA QUE ESSA ESCRITORA EGOCÊNTRICA diga, ‘bem, ele tem que estar brincando, pois eu (talvez não) sou uma garota.’

Você achou que eu iria gostar? Bem no fundo, você é tão mesquinha para ter que fazer isso comigo? NÓS REALMENTE precisamos de mais uma pessoa me perguntando sobre [Metallica], ou nós realmente precisamos de mais uma pessoa pulando em mim?

Ah sim, nós não teríamos você em nosso fã-clube: até o Megadeth tem padrões.

Ao invés disso, você insulta pessoas que são razoavelmente inteligentes, e diz que eu não lembro que você era uma garota. E as pessoas imaginam porque eu quero ter minhas entrevistas monitoradas: por causa dos cuzões que continuam me perguntando do Metallica. Você mostra o trecho que diz, ‘Eu estou cansado de ser o segundo’, e então espertamente corta para a ‘Crush ‘Em’ e toca a parte que diz, ‘você nunca será mais do que o segundo melhor?’

Você me enoja!

Além de não ser muito inteligente, ser uma instigadora, e simplesmente não muito esperta, você pode adicionar ‘crédula’ a lista dos créditos jornalisticos desse pedaço de tablóide que você juntou durante sua ilustre carreira (NÃO!). Ah, a propósito, se esses créditos importassem antes, eles não importam mais agora que você é só um lixo de novelista.

Quando você tiver créditos nos EUA, então você importará para mim.

E enquanto você estiver nisso, porque você não coloca a entrevista inteira no ar, para que as pessoas possam ver que eu disse que eu não queria responder isso; para que as pessoas vejam simplesmente como você realmente é. Simplesmente desgraçada! Eu espero que você não tenha nenhum filho que siga as marcas de suas garras.

Aquela foi uma longa entrevista e você a corta para seu próprio benefício. Você não falou nada do nosso novo álbum. Nada. E eu deveria dizer, ‘uau, que puta engraçada?’

Nós estávamos promovendo nosso novo disco ‘Endgame’, já que você provavelmente não sabe o nome dele (adicione a lista de vários bilhões de coisas que você não sabe) e você não disse merda nenhuma sobre ele. NADA.

Você acha que eu fui até a Alemanha e Reino Unido para sentar e você tentar me humilhar? Qual é a merda do seu problema???

Que vergonha de você e que vergonha de seu estilo de merda – OU A FALTA DELE. Mais como que vergonha daquele que tenha te dado algo melhor do que te desconsider ou um presente de despedida.

O problema, é, AGORA eu estou realmente puto, e ONTEM eu estava brincando.

E francamente, se você é uma jornalista notável, host ou apresentadora, eu sinto muito pelas boas pessoas da Noruega.

Finalizando, eu não vou te colocar no hospital, já que você claramente não sabe que aquilo foi uma BRINCADEIRA (e eu sei que você era/é uma mulher). Francamente, eu nem te daria um tapa, porque merda esparrama.”

Cerca de 50 minutos depois da mensagem acima, Mustaine escreveu a seguinte mensagem no fórum do Megadeth:

“Agora que eu estou acordado, eu tive a chance de pensar sobre o que eu disse e eu lidei com isso de forma errada.

Eu fui profundamente ofendido por aquilo que vi em uma entrevista ontem, e eu postei algo. Eu cometi um erro dizendo algo.

Eu li a resposta da jornalista, e eu estou feliz que ela deu risada, e eu quero deletar a minha mensagem antiga desta manhã, mas não até que eu escreva isso.

Kristin, nós nunca seremos amigos, mas obrigado por não levar isso a sério.”

O que eu acho: Mustaine sempre teve esses pitis. Não adianta ele dizer que “agora está mudado”, “sou um novo homem”, etc. se ele ainda tem esses acessos de fúria a troco de nada…
http://userserve-ak.last.fm/serve/_/20599455/Megadeth+Dave+mustaine.jpg
“E se você levou isso a sério, aí que eu vou querer te dar porrada…”

Álbum De Infância

Posted in Ontem e hoje with tags , , , , , , , on setembro 8, 2009 by ruivb

Você conhece esse garoto?

Jason Becker|Foto enviada por Thiago Correa

Esse garoto como podem ver sempre teve na guitarra o seu instrumento favorito. Depois de conhecer Marty Friedman montou com ele uma das bandas mais excepcionais em se tratando da fusão de elementos do hard e do metal em geral, o Cacophony. Depois disso seguiu para a carreira solo lançando álbuns instrumentais, até que aos 21 anos chegou a grande chance de ingressar na banda de Dave Lee Roth para a gravação do álbum A Little Ain’t Enough. Mas uma grave doença degenerativa o impediu de seguir carreira com o então ex-Van Halen. No entanto, sua força de vontade, determinação e acima de tudo sua paixão pela vida o impulsionaram a prosseguir na carreira musical, impressionando a todos nós.

Sabe de quem estamos falando?
http://www.melodicrock.com/reviews/JBRoss2-300.jpg
Jason Becker, numa foto recente: sua coragem em desafiar tamanho obstáculo em sua vida serve de inspiração a todos nós. Força garoto!!!

Slayer: “Nos sentimos quase impossíveis de sermos parados!” – Novidades (Notícia)

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , on agosto 27, 2009 by ruivb

Notícia do site Whiplash: Dr. Abner Mality do Wormwood Chronicles recentemente entrevistou Dave Lombardo, baterista do Slayer. Confira alguns trechos da entrevista.

Wormwood Chronicles: Mesmo no final dos anos oitenta, você pensou que estariam fortes em 2009?Dave Lombardo: Não mesmo, isso nunca foi um pensamento. Eu era o cara mais jovem na banda quando ela começou, tipo 17 ou 18 anos. Tom [Araya, baixo/vocais] já estava na faculdade. Eu me juntei ao Slayer quando eu estava no 1º grau e meus pais diziam, “Você tem que arrumar um emprego! Uma banda de rock não vai levá-lo à lugar algum!” Então com 20, 21 anos e após meu terceiro ou quarto disco com a banda eles diziam “Você ainda tem que conseguir um emprego, aquela banda não vai durar muito!” (risos) Então tenho 30 anos e eles perguntaram, “O que você vai fazer quando tiver 40? Você precisará de um emprego!” E aqui estou! (risos) Os anos estão passando. Essa banda é minha vida, ela não vai embora!

Wormwood Chronicles: Eu poderia dizer que em seu último álbum, “Christ Illusion”, havia muito fogo voltando à banda. Agora parece que “World Painted Blood” tem ainda mais. O que injetou este novo nível de paixão pela música?Dave Lombardo: Sabe, eu acho que é a paixão pelo que criamos no palco. O amor por tocar, a mágica que há no palco em todas as performances… tocar bateria, a guitarra tocando. Tom nos vocais… há este quadrado invisível conectando nós quatro. Nos alimentamos um dos outros. Kerry [King, guitarra] tocando me leva a um outro nível de intensidade na bateria. Jeff [Hanneman] leva Tom nos vocais. Há este outro nível de entusiasmo no palco. Eu acho que isso é o que cria o entusiasmo para compor mais músicas e lançar outro disco. Nos sentimos no topo do nosso trabalho, nos sentimos quase impossíveis de sermos parados… e somos! Nós lançamos um novo disco no menor intervalo de tempo até então entre discos do Slayer.

O que eu acho: realmente o Slayer é uma das bandas de thrash mais autênticas que nasceu junto com o movimento e nunca mudaram uma nota sequer do que sabem tocar, tocam o que o povo gosta e sempre foi reconhecida por isso, mandando bem em praticamente todos os discos que lançou.


http://www.retroland.com/retrotalk/userfiles/dl3.jpg

“Ae galeras  do pop, do emos e  os posers…Cuidado que o Slayer vem aí…”

PQP!!! Olhem Só O Tracklist De Guitar Hero: Van Halen (Que Decepção)

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , on agosto 12, 2009 by ruivb

Notícia do site Whiplash: Na última semana, a Activision anunciou o track-list de “Guitar Hero: Van Halen”, game que será lançado em dezembro deste ano. Além de quase três dezenas de canções consagradas na carreira do Van Halen, a lista de músicas também inclui composições de outros artistas. Alguns deles, bastante inesperados. É o caso de WEEZER, BLINK 182 e TENACIOUS D.

O site IGN.com entrou em contato com o responsável pela escolha do repertório, Tim Riley, para saber o motivo da inclusão de canções dessas bandas.

“Os irmãos Van Halen e David Lee Roth souberam que existe um fã de Guitar Hero que leva o jogo bastante a sério e é provavelmente o melhor jogador que existe. Então, para completar o track-list do game, eles deram a idéia de pedir a ajuda deste rapaz, o Wolfgang. Então acho que o nome da edição deveria mudar para ‘Wolfgang Van Halen'”, brinca o produtor.

Durante a entrevista, a reportagem da IGN.com aproveitou a oportunidade para perguntar se a ausência de canções da época de Sammy Hagar havia sido um pedido de David Lee Roth. “Não sei de nenhum pedido de David Lee Roth, nem creio que isso seja verdade”, declara.A Activision lançará “Guitar Hero: Van Halen” no dia 22 de dezembro, visando as compras de Natal. Confira abaixo a track-list e um novo trailer do game.

Músicas do VAN HALEN:
‘Ain’t Talkin Bout Love”
And The Cradle Will Rock”
Atomic Punk”
Beautiful Girls’
‘Cathedral’ (solo)
‘Dance The Night Away’
‘Eruption’ (solo)
‘Everybody Wants Some”
Feel Your Love Tonight”
Hang ‘Em High”
Hear About It Later”
Hot For Teacher”
Ice Cream Man”
I’m The One”
Jamie’s Cryin
”Jump”
Little Guitars”
Loss Of Control
”Mean Street
”Panama
”Pretty Woman’
‘Romeo Delight
”Running With The Devil
”So This Is Love
”Somebody Get Me A Doctor
”Spanish Fly’ (solo)
‘Unchained
”You Really Got Me

‘Músicas de outras bandas:
ALTER BRIDGE – ‘Come To Life’
BILLY IDOL – ‘White Wedding
‘BLINK-182 – ‘First Date’
DEEP PURPLE — ‘Space Truckin
‘FOO FIGHTERS – ‘Best Of You
‘FOREIGNER – ‘Double Vision
‘FOUNTAINS OF WAYNE- ‘Stacy’s Mom
‘JIMMY EAT WORLD- ‘Pain
‘JUDAS PRIEST – ‘Painkiller’
KILLSWITCH ENGAGE – ‘The End Of Heartache’
LENNY KRAVITZ – ‘Rock And Roll Is Dead’
QUEEN – ‘I Want It All
‘QUEENS OF THE STONE AGE – ‘Sick, Sick, Sick
‘TENACIOUS D – ‘Master Exploder
‘THE CLASH – ‘Safe European Home
‘THE OFFSPRING – ‘Pretty Fly For A White Guy’
THIRD EYE BLIND – ‘Semi-Charmed Life
‘WEEZER – ‘Dope Nose’

O que eu acho: querem realmente saber? Uma m***a!!! Se você vai lançar um jogo sobre uma banda e “lima” pelo menos 14 anos de sua história, você comete um grande erro em todos os sentidos…Bem, como Sammy e Marc Anthony (que também não aparece no jogo e foi substituiído pelo filho de Eddie, Wolfgang) atualmente estão mais ocupados com o Chickenfoot, nem devem estar ligando pra isso. Veja abaixo o trailer oficial do jogo:

Dave Mustaine Fala Da Sua Admiração Pelo AC/DC

Posted in Uncategorized with tags , , , , , on agosto 10, 2009 by ruivb

Notícia do site Whiplash:

Dave Mustaine, frontman do MEGADETH, falou algumas palavras sobre seu amor pelo AC/DC e as diferenças entre os shows dos australianos e os de sua banda.

“Eu amo o AC/DC e eu sempre fui um fã do AC/DC”, disse Mustaine. “Bon Scott foi o meu frontman. Eu amo e respeito Brian, mas é o mesmo disco. Eles estão fazendo o mesmo tipo de disco há 20 anos. Eu os amo, mas é o mesmo material, então você não precisa comprar o álbum, apenas ir ao concerto. Conosco, é como se os concertos sempre fossem os mesmos, mas os álbuns mudam! Pois nós saímos ao vivo e o que as pessoas querem que a gente toque? Eles querem ouvir ‘Holy Wars’, eles querem ouvir ‘Rust in Peace’, eles querem ouvir músicas desses discos… Caras, eu tenho 12 álbuns e eu não posso tocar todo meu material em uma hora! Tenho mais de 100 músicas para tocar! ‘Hey, toque esta música’ Yeah, como se eu fosse me lembrar dessa música do nada! Eu pareço uma maldita jukebox?”

“Eu me lembro que eu estava na Alemanha uma vez e era o aniversário da morte de Bon Scott e nós dissemos: ‘Vamos tocar uma música do AC/DC esta noite!’, e nós tocamos ‘Problem Child'”, explicou Mustaine. “Por volta da metade da música eu reparei que eu esqueci o quanto a voz dele era alta quando ele cantava. Então, quando eu terminei a música voltei e falei para Shawn (Drover, baterista do MEGADETH): ‘Nunca mais me deixe fazer isso novamente!’ Ha ha!”.
O que eu acho: legal o Mustaine ter essa admiração pelo quinteto australiano, nem passava pela minha cabeça de que ele nutria essa peixão pela banda.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 340 outros seguidores